InglêsPortuguês

Glossário

Biodiversidade

Biodiversidade é a definição da variedade de seres vivos presentes nos diversos ecossistemas no planeta, junto a suas características genéticas, habitats e recursos naturais necessários a vida, como água e solo. Aqui estão incluídas as plantas, os animais, os fungos e os microrganismos.

Certificação

Processo pelo qual um produto é submetido à avaliação de uma certificadora devidamente credenciada pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que atesta por escrito que o produto ou processo respeita as práticas da norma orgânica.

Conservação e Preservação

Apesar de semelhantes, os conceitos de conservação e preservação são diferentes. O primeiro se refere a proteção dos recursos naturais aliada à sua utilização racional, garantindo sua existência para as futuras gerações. Preservação visa a integridade de um ecossistema, referindo-se a sua proteção integral ou "intocabilidade". 

Economia da Floresta em Pé

Novo modelo que prioriza os ganhos econômicos relacionados ao manejo e conservação dos recursos florestais em detrimento ao desmatamento. Diversos usos são possíveis ao mesmo tempo em que a floresta e o ecossistema são mantidos, tais como a coleta de produtos madeireiros e não madeireiros, frutos, castanhas, sementes, resinas e até mesmo o pagamento pelo gás carbônico mantido nas florestas.

Extrativismo

Extrativismo é o ato de coletar da natureza produtos de origem vegetal, animal ou mineral. É uma das mais antigas atividades humanas e hoje é fortemente relacionado ao empoderamento econômico de populações locais e à sua inserção em cadeias produtivas florestais.  

Fitoesteróis

Os fitosteróis ou fitoesteróis são um grupo de esteróis naturalmente presentes nas plantas. Encontram-se, em pequenas quantidades, nos óleos vegetais, e são conhecidos por auxiliarem na redução dos níveis de colesterol e por contribuirem na manutenção da saúde cardiovascular. Os fitoesteróis, cada vez mais, vêm ganhando espaço nos hábitos de quem prioriza a qualidade de vida.

Ingrediente Orgânico

Ingrediente, que pode ser de origem vegetal ou animal, é livre de insumos e fertilizantes químicos, bem como de hormônios sintéticos. O solo e o crescimento natural são a base da produção orgânica, sendo que a valorização do aspecto social e cultural dessa forma de produção também é levada em conta. 

Ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3, como o ácido alfa-linolênico, ácido eicosapentaenoico e o ácido docosa-hexaenoico, são ácidos carboxílicos poli-insaturados, em que a dupla ligação está no terceiro carbono a partir da extremidade oposta à carboxila. Muitos deles são chamados de "essenciais" porque não podem ser sintetizados pelo corpo e devem ser consumidos sob a forma de gorduras. Porém nem todos os ômega 3” são iguais. O “bom” ômega 3 é o de cadeia longa (ácidos graxos de cadeia longa), e o menos adequado, com poucos benefícios para a saúde, são os ácidos graxos de cadeia curta.

Ômega 6

Ácidos graxos n−6 (popularmente conhecidos como ácidos graxos ω−6 ou ácidos graxos ômega-6) são uma família de ácidos graxos insaturados que tem em comum uma terminação carbono–carbono na posição n−6, ou seja, na sexta ligação, a partir de sua terminação metil. Os efeitos biológicos dos ácidos graxos n−6 são mediados por sua conversão em eicosanoides n-6 que se ligam a diversos receptores encontrados em todos os tecidos do corpo.

Ômega 9

Os ômega 9 (ácidos graxos ω−9) são ácidos graxos, ajudam no desenvolvimento humano, assim como os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. O nome ômega 9 significa que eles têm uma ligação dupla C=C no nono carbono a partir da extremidade oposta à carboxila.

SisOrg

O SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica) é o sistema criado e administrado pelo governo brasileiro para identificar e controlar a produção nacional de produtos orgânicos. O SisOrg é identificado por um selo no rótulo dos produtos.  

Sistema Agroflorestal

Os sistemas agroflorestais (SAF's) são consórcios de culturas agrícolas com espécies arbóreas que podem ser utilizados para restaurar florestas e recuperar áreas degradadas. São úteis pois diversificam e incrementam as fontes de renda dos agricultores ao mesmo tempo em que previne a degradação do ambiente e recupera parte das funções ecológicas. 

//]]>